Crypto Currency Price24H Changes
Bitcoin (BTC)
7444.89
2.06%
Ethereum (ETH)
465.438
3.33%
XRP (XRP)
0.453497
1.74%
Litecoin (LTC)
84.3838
3.59%
Mineração de Bitcoin Pode Consumir Menos Eletricidade do que...
Notícias

Mineração de Bitcoin Pode Consumir Menos Eletricidade do que Imaginamos!

Bitcoin e atualmente a principal criptomoeda e seu preço costuma impactar todas as outras de alguma forma, um dos fatores preocupantes era com relação ao custo em eletricidade para a prática de mineração de BTC, que poderia tornar inviável fazer a mineração dependendo do preço do Bitcoin. 

Estimava-se que preços abaixo de US$ 5.000 poderiam inviabilizar a mineração, o que levaria estas empresas a minerar outras criptomoedas e assim alterar toda a rede BTC. A boa notícia é que através de um estudo realizado pela Coinshares se constatou que o gasto de energia elétrica é bem menor do que se acreditava antes deste estudo. 

O que se constatou neste estudo é que a mineração de Bitcoins atualmente consome 35 TW de eletricidade, o que é duas vezes menor do que o valor anteriormente anunciado por Alex de Friex, desenvolvedor do índice de consumo de energia elétrica da rede Bitcoin (BECI). 

Nossas conclusões e resultados são fundamentalmente contrários ao que foi apresentado por Alex de Fris. Acredito que os números dele são baseados em suposições incorretas decorrentes de pesquisa inadequada” , disse o chefe da Coinshares e co-autor do estudo Christopher Bendixxen. 

No relatório da Coinshares a rede Bitcoin apresenta um crescimento anual em torno de 300%, a eficiência tecnológica (chip) em 80% e o custo do chip está caindo em média 50% ao ano. Com estes dados em mente fica fácil ver que a rede BTC está caminhando para uma excelente estabilidade e tende a crescer ainda mais. 

Como Anda Sendo Feita a Mineração de BTC? 

Mineração de BTC

Mineração de BTC

Outro fator que se evidenciou neste estudo é a forma como a mineração de BTC está sendo feita na maior parte das grandes mineradoras, ao contrário do que se imaginava a mineração está sendo feita com a utilização de fontes de energia mais baratas, energia renovável como por exemplo a hidrelétrica. 

Com relação ao uso de usinas térmicas a carvão na mineração de bitcoin, podemos afirmar com confiança que esse fenômeno não é generalizado, tem caráter exclusivamente sazonal e ocorre apenas em algumas regiões da China”, diz o relatório. 

Este estudo aponta para um futuro brilhante na mineração de BTC, afinal com os dados antigos acreditava-se que dentro de algum tempo o consumo de eletricidade pela rede Bitcoin seria algo com potencial para inviabilizar a mineração para boa parte dos mineradores, o que certamente traria problemas para a rede de um modo geral. 

Já com estes novos dados fica evidente que tudo está dentro de parâmetros autosustentáveis e que mesmo com cotações mais baixas a rede poderá se manter com o mesmo nível de atividade que está atualmente e inclusive manter sua taxa de crescimento anual em 300%, o que é realmente uma marca impressionante. 

Embora esta seja realmente uma excelente notícia para todos nós que investimos em criptomoedas é importante lembrar que existem muitos outros fatores que devem ser observados para que ocorra um verdadeiro amadurecimento deste mercado, mas que isto certamente ajudará é um fato, uma rede com uma mineração eficiente e lucrativa tende a se manter forte e crescendo. 

Compartilhe! :)
  • 16
    Shares
coinmag

Trabalho exclusivamente online desde 2010 e com isso já promovi mais de 1 Milhão de Reais em vendas online, o que me levou a descobrir e me apaixonar pelo universo dos investimentos em Criptomoedas!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *